Filme: Já Estou Com Saudades

 

ja-estou-com-saudades

Sinopse

Os opostos se atraem. Milly (Collette) tem tudo: uma carreira de sucesso, um marido devotado e dois filhos lindos. Sua melhor amiga Jess (Barrymore), por outro lado, trabalha numa horta comunitária, vive numa casa-barco com o namorado e deseja, desesperadamente, ter um bebê. Amigas desde a infância, Jess e Mille sempre dividiram segredos, roupas, até namorados; suas diferenças são o que as mantém juntas. Uma reviravolta do destino as unirá mais ainda, mas, enquanto Jess tenta equilibrar sua vida e ainda apoiar Milly, a pressão dessa amizade começa a se tornar difícil de suportar. 

Título Original: Miss You Already
Data de Lançamento: Março/2016
Gênero: drama, romance
Diretor: Catherine Hardwicke
Elenco: Dominic Cooper, Drew Barrymore, Toni Collette, Paddy Considine, Frances De La Tour, Jacqueline Bisset entre outros
Distribuidor: Imagem Filmes

Estou rindo tanto que estou até chorando…

O que achei do filme

No mês de campanha do Outubro Rosa, onde as redes sociais só falam sobre o câncer de mama, gostaria de tocar nesse assunto através desse filme, que é uma lição de vida.

A gente vê muita gente falando sobre experiências vividas mas esse filme é perfeito para te fazer pensar e… chorar. Mas olha, não é melodramático não, é intenso mas tem uma leveza muito grande também. As personagens principais mostram como vêem a vida, desde a juventude até mulheres adultas. Elas são divertidas e levam algumas situações até para o lado engraçado.

A história gira em torno de uma amizade muito forte, que começou na pré-escola. Milly e Jess partilharam de todas as experiências, desde o primeiro beijo (com o mesmo garoto) até o parto de seus filhos.

De personalidades completamente diferente, Milly sempre viveu intensamente tudo e sempre fez tudo primeiro: engravidou, casou e teve dois filhos. Já Jess, mais reservada, pensava em proteger o planeta, cuidar do meio ambiente, arrumou um namorado e foram morar juntos num barco quando Milly já eram mãe do segundo filho. Apesar de sempre ser a mais maluca, Milly surpreendeu Jess e se tornou uma mãe carinhosa e preocupada com a educação dos filhos.

Um belo dia, Milly, vai ao ginecologista. A resposta dela eu também já dei para o médico: esqueci de voltar para fazer o check-up. Isso já aconteceu diversas vezes. Mamografias, ultrassonografia, transvaginal que o pedido médico ficava amarelo e quando não, perdia a validade pois estava datado. Alguém se identifica?

E aí, a notícia não é nada boa. Um caroço no seio é um tumor maligno e o tratamento é a quimioterapia. O medo toma conta de Milly e sem saber como lidar com isso, não conta para o marido nem para Jess. Uma semana se passa até que ela não tem mais o que esperar e conta para a amiga. Milly está morrendo de medo de perder os cabelos, se debilitar com os remédios e a possibilidade de perder os seios.

Kit, marido de Milly, sente todo o peso do que estava por vir. Sua mulher jovem e cheia de vida, dois filhos para criar e o amor que sente por ela.

E as aplicações de quimioterapia começam.

Enquanto isso, Jess e o marido Jago, estão tentando engravidar. A notícia de que sua melhor amiga está doente faz com que Jess queira adiar os planos para um tratamento de fertilização. Isso deixa Jago chateado pois ele vê que a vida deles está girando em torno de Milly.

 Toda a trajetória de tratamento e cura de Milly é acompanhado por Jess. Elas dividem tudo, tristeza, alegria, conquista, decepção. No meio desse turbilhão de emoções que o filme nos mostra, fico pensando o quanto nossa vida é frágil. Um descuido, uma atitude impensada pode trazer tanto sofrimento para todos que estão a nossa volta.

Então, você que está lendo esse texto agora, peço que assista esse filme e tome uma atitude que salve a sua vida. Não deixe de fazer o auto exame, de se tocar. Se cuide e se previna. Não esqueça de compartilhar essa postagem com suas amigas!

Agora, assista ao trailer e conheça um pouco mais sobre a história dessa amizade.

Outras informações

A diretora Catherine Hardwicke ficou famosa depois de dirigir o primeiro filme da saga Crepúsculo, ganhador de vários prêmios.

O filme é baseado na peça radiofônica de Morwenna Banks, Goodbye, que foi inspirado na experiência de perder três amigas para o câncer da mama num curto período de tempo. Ela dedicou a peça a estas três mulheres – Deborah, Victoria e Betânia. A ideia, Banks explicou, era trazer humor para a história como uma reflexão mais fiel do caminho que as mulheres enfrentam na luta contra o câncer.

O filme se encontra disponível na Netflix.

 

Beijo e até a próxima!

2 Comments

  1. Tati 05/11/2016 Reply
    • Silvia Gonçalves 08/11/2016 Reply

Leave a Reply